segunda-feira, 24 de maio de 2010

O trabalho no CRAS

Ultimamente temos recebido muitas ligações e visitas de pessoas que trabalham em outros municípios solicitando ajuda, informações sobre as atividades que prestamos aqui no CRAS de Munhoz de Mello.
Então, para esclarecer o que fazemos, vou explicar como tudo funciona...

Aqui nós desenvolvemos vários grupos de atendimento e oficinas, cada um com caractéristicas próprias, objetivos diferentes, todos direcionados para as necessidades dos usuários do CRAS.



Atualmente existem 8 grupos funcionando, sendo 5 deles realizados na Zona Rural: Água dos Alves, Água São Carlos, Água da Areia, Fernão Dias (distrito) e Vila Rural. Estes grupos acontecem mensalmente, os encontros duram em torno de 1h30m à 2h e contam com a participação de 15 mulheres, em média.

Os outros três, Acolhimento, Oficina de Pais e Oficina de Vivência do Bolsa Família, são quinzenais, também duram em torno de 1h30m à 2h. As oficinas tem um número de reuniões programados, com começo, meio e fim. No final de todos os grupos e oficinas oferecemos um delicioso lanche.

O Grupo de Acolhimento funciona a 4 anos, é um trabalho mais voltado para a reflexão e potencialização de capacidades do indivíduo. É um grupo fechado e atualmente participam 6 mulheres. Sempre que um membro sai desse grupo, pode ser substituído por outra pessoa. Esta é uma regra de funcionamento determinada pelo próprio grupo no momento em que realizamos seu contrato.

A Oficina de Pais é desenvolvida em 5 encontros que são realizados no período da noite (das 19h às 20h30m), com pai e mãe de adolescentes, para discutir temas relacionados a essa fase de vida como: sexualidade, drogas, alcool, mundo do trabalho, educação de filhos, limites/regras, uso da internet/TV e acompanhamento dos pais, religiosidade X adolescência, acompanhamento escolar, etc. Já está na segunda edição.

A Oficina de Vivência do Bolsa Família também é realizada em 5 encontros. Eu e a Daniela Moris (Assistente Social de Munhoz e Lobato) coordenamos esse grupo do qual participa 20 mulheres beneficiárias do Programa Bolsa Família. O objetivo desses encontros é informar sobre a Política de Assistência Social e refletir sobre a condição de vida delas, oportunizando o empoderamento a partir de discussões que estimulem a busca por soluções e mudança de visão da vida.

Alguns desses grupos, como o de Água dos Alves e Fernão Dias, iniciaram a 12 anos, quando a Assistente Social do Município (Santina Scandelai) sentiu a necessidade de desenvolver alguma atividade com essa população e convidou outros profissionais para participar dessa empreitada.

Os profissinais que acompanhavam o trabalho (fisioterapeuta, enfermeira e posteriormente psicóloga) faziam palestras com temas específicos como: família, sexualidade, DST, diabetes, menopausa, etc; e realizavam diversas atividades lúdicas, para lazer... jogavam bingo, faziam piqueniques, passeios, etc.

Com o tempo, foi surgindo a necessidade de ampliar esse trabalho de grupos e levar atividades diferenciadas que pudessem provocar a mudança e autonomia dos cidadãos. Foi então que passamos a trabalhar com dinâmicas de grupo e com discussão dos assuntos levantados pelas pessoas no "aqui e agora do grupo".

Eu como psicóloga, me senti na responsabilidade de estudar e me aperfeiçoar para trabalhar melhor com esta população, já que a maior parte das Universidades enfocam o atendimento clínico e não o de grupo. Foi então que passei a ler materiais, que mais adiante vou publicar no BLOG, que me ajudaram grandemente nessa tarefa.

A dica que dou para minhas colegas é que continuem buscando conhecimento, informações, trocando experiências...esse é o único meio de criar práticas que realmente contribuam para o trabalho no CRAS.

Assim que puder, vou postar mais informações, materiais, dinâmicas e temas que trabalhamos aqui. Acompanhem, deixem seus recados, opiniões...vamos fazer desse espaço um Fórum de discussões!

Alexandra Vera de Oliveira
Psicóloga

3 comentários:

AROMA INGÁ - Dani Grossi disse...

Meninas, parabéns pelos trabalhos realizados!

Bjinhussss

Anônimo disse...

Muito bom e bem informativo seu blog. Obrigada pelas dicas e parabéns!

Alexandra Vera de Oliveira disse...

Obrigada! Vamos trocando experiências... Bjãoo